Menu


fotos Divulgação/Juci Ribeiro

Como prometido, Vina Calmon, nova cantora do Cheiro de Amor, começou a gravação do novo DVD da banda por volta das 15h15 fazendo saudação aos orixás, cujas representações artísticas em forma de esculturas estão presentes no Dique do Tororó, local do show, que faz parte da programação do Festival da Cidade. No repertório, Vina, que a um vestido branco, deu início ao espetáculo com hits como “É ouro”, “Dias de Sol” e “Pense em Mim”.





cantor Levi Lima, do Jammil e Uma Noites, já está no backstage montado no Dique do Tororó, no Festival da Cidade, ansioso para participar da gravação do novo DVD do Cheiro de Amor. Levi, que assim como Vina saiu de uma banda menos conhecida para assumir um grupo tradicional em todo o Brasil, falou ao Bahia Notícias sobre a artista pernambucana: “Ainda não falei com ela especificamente sobre isso. Mas pelo fato de Denny (cantor da Timbalada e namorado de Vina) ser muito meu amigo, eu já conhecia o trabalho e acho ela preparada”. Sobre esse novo momento na carreira de Vina, Levi aconselhou: “Deve ser encarado como um acontecimento normal, com muita naturalidade e responsabilidade. Ela vai tirar de letra”. Como Vina relatou ao BN que escolheu os convidados levando em conta a renovação, a reportagem questionou a Levi se a força da música baiana está nesse novo nicho. “A força não vem da renovação. Vem da áfrica, dos nossos ancestrais, de Luis Caldas, de Caymmi. O que fazemos é tratar essa música com carinho e respeito. Mas os artistas que já estão aí são merecedores e temos que respeitar”



Felipe Pezzoni aconselha Vina Calmon a não escutar comparações


cantor Felipe Pezzoni, da Banda Eva, é um dos convidados da gravação do DVD do Cheiro de Amor, que acontece neste sábado, no Dique do Tororó, no Festival da Cidade. Ele revelou ao Bahia Notícias que assim como Vina Calmon, nova vocalista do Cheiro, ele ainda passa pelo momento de mudança: “Também estou passando por isso, pois o jogo não está ganho”. Pezzoni revelou, inclusive, que já aconselhou Vina sobre as comparações: “Por ser transição, e isso no início é meio conturbado, falei para ela não escutar as coisas que os outros falam, as comparações. É um outro trabalho, uma nova etapa do Cheiro e ela tem muito talento”. Pezzoni falou sobre a participação, que será em trio: “o encontro será bacana, ainda mais que Levi é meu primo e começou na música junto comigo. E Vina, que eu conheço há uns quatro anos, é uma ótima cantora e hoje tem tudo pra arrebentar”

Destaques

 
Topo