Menu

As manifestações de junho do ano passado foram um marco na história do Brasil, tanto que rendem análises, críticas e comentários mesmo um ano depois. Os protestos também foram base para a composição do novo disco do Capital Inicial, intitulado “Viva a Revolução”. "Fiquei profundamente comovido com o que vi acontecer no Brasil. Partiu de filhos de pessoas que lutaram pelo fim do regime militar e pela redemocratização, que viram morrer o Plano Cruzado e nascer o Plano Real. Gostei do fato de os protestos não terem uma liderança nem uma reivindicação muito clara, mas um desejo de mudança. Sou de uma geração acostumada com a decepção e acho ótimo que exista esse combustível na garotada", reflete o vocalista Dinho Ouro Preto. O líder do Capital Inicial, inclusive, inovou em vários aspectos do novo disco, que tem produção assinada por Liminha. Além de ser um EP, com sete músicas, a banda contou com algumas participações exclusivas nas gravações. Thiago Castanho, ex-guitarrista do Charlie Brown Jr compôs, junto a Dinho e Alvin L, duas faixas do EP: Coração Vazio e Melhor Do Que Ontem, atual música de trabalho. Os meninos do Cone Crew Diretoria também participam do Mix da faixa que dá nome ao disco. Tudo isso desembarca em Salvador no Summer Time, que acontece no próximo dia 31 de outubro, no Barra Hall e ainda conta com um grande show do Cheiro de Amor, que na ocasião lançará o novo DVD “Nas Águas”. Informações sobre ingressos na Cheiro Produções (71) 2104-6060.

Destaques

 
Topo