Menu

Um ritmo swingado, batidas que caracterizam o estilo do pagode e que contagia os adeptos. A música do Harmonia do Samba, para o verão 2015, tem a cara da Bahia e promete tocar no coração daqueles que curtem o pagode baiano e são amantes nato do movimento. De autoria dos compositores Duller e Fabinho Alcântara, a letra da canção aborda o sentimento que envolve a banda por tocar o pagode, aquele chamado de ‘samba duro de raiz’ e, além disso, assume o ritmo como um sentimento que mobiliza os músicos com algo tão emocionante que reflete nos seus fãs. Por isso, “Tá no DNA” é o seu nome. “É uma canção com a cara do Harmonia, que mostrar o verdadeiro sentimento da gente por cantar o pagode. Fala da questão de assumirmos isso e quem curte mesmo o estilo, vai se amarrar. Estamos super felizes com a decisão de trabalhar essa música por que ela é bem quente, bem pagodão e isso é o que nos inspira”, explica Xanddy. De fácil aprendizado e com um refrão promissor, a música conta a história do pagode na visão do Harmonia e, em uma das estrofes, homenageia bandas de pagode que surgiram na Bahia e que contribuíram para a formação desse movimento. “Uma das partes que me arrepia é quando canto sobre as bandas que marcaram a história do pagode, como ‘Legião do Samba’, ‘Cá entre Nós’, ‘Gera Samba’, e também falo um dos bordões clássicos de Compadre Washignton, do É o Tchan, o ‘Tututupá e outro da ‘Gang do Samba’’”, acrescentou Xanddy.
Confira a letra da música: “Tá no DNA”
Compositores: Duller / Fábio Alcântara

Pois é!

Quem nasce com a onda não tem jeito
Explode de amor dentro do peito
Toda vez que ouve o Harmonia tocar

Já vem com molejo na cintura
O gingado do corpo é uma loucura

O pagode no DNA do povo
Faz a galera cantar
Faz a galera dançar
Faz a galera subir
Faz a galera descer
Faz a galera mexer

Não tem jeito a gente gosta
E assume o nosso amor
É tão forte o sentimento
A força da nossa batida que já se espalhou


O samba duro eu aprendi desde menino
Da Liberdade a Capelinha fui Sambar
Cá Entre Nós era bonito Gerar Samba
A Legião se reunia pra quebrar

No meu pagode dança pobre dança rico
Até gringo se arriscando a sambar
Chora cavaco ela vem toda se bolindo
Eu já falei é que tá no DNA

Destaques

 
Topo