Menu

Ainda terminando de se desfazer dos seus enfeites e estruturas carnavalescas, a capital baiana já se prepara para receber o Festival Artes do Sagrado. Durante o período da Semana Santa, de 10 a 21 de abril, serão realizadas dezenas de atividades gratuitas, a exemplo do espetáculo épico teatral A Paixão de Cristo [esse ano encenado no Farol da Barra], da Feira Artes do Sagrado [Palacete das Artes], da série de concertos sinfônicos, da Rota Gastronômica Santos Sabores, da Rota de Cinema, do ciclo de aulas de danças sagradas e da Rota dos Museus.

A ideia principal é envolver a população e atrair turistas para a Semana Santa e os dias que a antecedem, preenchendo um vazio cultural que era comum ocorrer entre o carnaval e os festejos juninos. “Sempre faltaram atividades culturais nessa época na Bahia, que é depositária de um acervo de arte e arquitetura sacras de representatividade mundial. A cultura baiana não pode ficar restrita ao carnaval”, afirma Paulo Dourado, Diretor Geral do Festival. O evento, que conta com patrocínio da Prefeitura de Salvador e já faz parte do calendário anual da cidade, resgata a importância nacional da Bahia como referência simbólica do sentimento e das artes do sagrado.

Destaques

 
Topo